7 cuidados que você precisa ter ao visitar um apartamento decorado

7 cuidados que você precisa ter ao visitar um apartamento decorado

7 cuidados que você precisa ter ao visitar um apartamento decorado

Na busca por um apartamento, visitar estandes de decorados é sempre uma boa pedida. Eles têm seu propósito: inspirar e mostrar como distribuir os móveis e utilizar bem o espaço disponível. “O decorado é um facilitador: ele materializa as possibilidades que a arquitetura de interiores pode oferecer, valorizando ainda mais o imóvel,” explica a profissional Cilene Monteiro Lupi, responsável pelo apartamento decorado da Gafisa na CASA COR SP deste ano. Para a arquiteta Renata Cáfaro, esta facilidade privilegia mais o morador: “A maioria das pessoas quando veem um apartamento vazio não tem noção de onde e como suas coisas caberiam nele. Sem os móveis, os espaços parecem muito menores”, diz. Porém, é importante ficar atento nos detalhes para ter certeza de que a planta atende as necessidades do futuro morador. Confira algumas dicas para sua próxima visita:

1. Atenção para os espaços de circulação e profundidade

Preste atenção na maneira como o espaço está decorado e veja se o seu estilo de vida caberia naquela metragem. “O importante é analisar se o que você possui cabe naquele apartamento. Note sempre os espaços que sobram de circulação e profundidade de armários e sofás”, observa a arquiteta Marcia Campetti, do Estúdio Campetti. Para Cilene Monteiro Lupi, a escolha de empresas sérias é muito importante neste aspecto, “pois projetam os espaços na íntegra da real situação que haverá no futuro, expondo todos os detalhes e medidas que ocorrerão na obra, como sancas hidráulicas, enchimentos, carenagens, etc. Mesmo assim, vale medir, se tiver oportunidade, para ter algumas ideias durante o processo. Visitar o decorado mais de uma vez antes de comprar também amadurece muito as necessidades, possibilitando menores chances de frustrações,” indica.

2. Observe o tamanho dos móveis

Uma boa dica é procurar pelo tamanho dos móveis expostos. “A única maneira de saber se o que é visto realmente se aplica em sua casa é tendo o tamanho dos móveis utilizados e as dimensões do ambiente a ser decorado em seu lar. O mais correto é colocar o que foi visto no decorado em uma planta, em escala, de sua casa”, alerta a arquiteta Daniela Barranco Omairi.

3. E os móveis feitos sob medida?

Alguns apartamentos decorados possuem móveis feitos sob medida. Esta é sempre uma opção, especialmente quando o apartamento é compacto, não deve ser descartada logo de cara: “É uma tendência hoje. O maior segredo é projetar e mandar fazer todos os móveis. Daí a importância de contratar um profissional para ajudar neste momento,” diz Renata Cáfaro.

4. Cheque as portas (importante!) e as tomadas (muito importante!)

Outro ponto que merece atenção é o espaço ocupado pelas portas, assim como a parte técnica da planta, como encaixes para eletrodomésticos, tomadas, os acabamentos e a quantidade e tamanho das janelas. “Perceber os espaços com relação à abertura de portas de banheiros e lavabos para que não batam em pias, por exemplo, é uma dificuldade, pois os apartamentos decorados só possuem os vãos com batentes, sem as folhas de portas. E também observar se há chance de receber ar condicionado, e se existe local específico, como um terraço técnico, para a instalação de condensadoras do ar,” explica Cilene Monteiro Lupi.

5. Tire todas as dúvidas com a construtora

É importante não hesitar na hora de tirar as dúvidas sobre a planta do apartamento. “Não se pode deixar de aguçar o sentido da observação, reparando nos espaços individualmente, e questionando alguém capacitado sobre as dúvidas pertinentes, e caso quem atenda não esteja apto a esclarecer, chamar um representante da construtora, além da equipe de vendas, para esclarecimentos mais técnicos,” observa Cilene Monteiro Lupi.

6. Eu preciso de todos estes armários?

É importante lembrar que os apartamentos já mobiliados são projetados para atrair o olhar dos visitantes, assim como apresentar algumas tendências de decoração, mas o essencial é que haja uma visão que possibilite a morada ali. “Apesar da beleza dos decorados, o mais importante é avaliar o apartamento e se sentir-se morando dentro dele. Precisamente cruze seu estilo de vida com o apartamento visitado. Exemplo: se a quantidade de armários é suficiente para tudo o que a pessoa tem ou se sobra armário”, comenta o arquiteto Tiago Campetti, do Estúdio Campetti. “Se imagine morando naquele espaço. Imagine sua rotina lá dentro,” completa Renata Cáfaro.

7. Pode valer a pena comprar tudo que está exposto

Os apartamentos decorados também se destacam por oferecer a mobília utilizada por preços mais em conta no final do período de exposição, na hora de desmontar os ambientes. “Estes descontos variam muito de acordo com o plano que a construtora fez com os fornecedores, muitos deles realmente têm um preço bem diferenciado do encontrado no mercado”, diz Daniela Barranco. “Se o apartamento for todo instalado no local final pode valer a pena, porém se tiver que ser desmontado e transferido para outro local, pode ser um problema maior que o desconto,” alertam Marcia e Tiago Campetti.

Fonte: Exame.com

Esta entrada foi publicada em Apartamentos. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *