Reforma criou até uma varanda no apartamento de 44 m²

O casal vive na Barra da Tijuca, mas, com a intenção de simplificar a rotina, passa a semana neste loft no Leblon. Para isso, o lugar teve todas as paredes derrubadas

“Moro na Barra e, com a correria do dia a dia, decidi comprar um imóvel na zona sul para facilitar a vida. Nada grande, e sim um lugar que pudesse ficar bem prático e com ar contemporâneo. Foquei a busca em prédios pequenos, cujas unidades tivessem pé-direito alto, o que permitiria colocar tudo abaixo a fim de criar um loft. Quando vi este quarto e sala de 44 m² numa rua gostosa, não pensei duas vezes. O preço era interessante, já que ele estava muito detonado, perfeito para quem programava um quebra-quebra total. Convoquei, então, a Patricia Landau e a Carolina Escada, da Escala Arquitetura, para pensarem na concepção inicial. Fui claro: queria um espaço sem paredes nem frescuras. Elas desenharam o estudo, mas acabei finalizando a parte estrutural com o amigo arquiteto André Passini, que ajudou a idealizar a sacada em balanço. Não sobrou praticamente nada da planta original. Onde era o banheiro, o encanamento foi coberto de cimento e se tornou o pilar redondo, agora no meio da sala. Os tijolinhos deram aconchego. Só rebaixamos o teto no trecho central para esconder as vigas metálicas que foram instaladas ali como reforço. De resto, tudo aqui se transforma. O sofá vira cama, e a mesa de trabalho, apoio para quadros. Mais versátil? Impossível.” Rodrigo Sack, morador

As boas ideias deste projeto

home-nova-reforma-criou-uma-varanda-no-ape-carioca

– 6 m² de varanda: a instalação da estrutura metálica externa passou por um complexo processo de aprovação. Ajudou o fato de que a fachada lateral do prédio já estava bem modificada.

– Revestimento rústico: o aspecto irregular das plaquetas cerâmicas (Chão de Barro) vem do excesso de rejunte (Portokoll), que foi, de propósito, espalhado grosseiramente sobre a superfície. Lixa metálica deu o acabamento.

– Como uma pérgula: forradas de lâminas de perobado-campo, ripas de MDF arrematam o forro rebaixado diante da varanda, o que confere ao apartamento um ar de casa.

– Piso único: tábuas corridas (15 cm de largura) de peroba-mica revestem todo o espaço, inclusive o banheiro, reforçando ligação entre os ambientes. Para finalizar, resina fosca da Bona.

– Falso pilar: eis o disfarce do cano de esgoto do antigo banheiro. A tubulação foi envolvida num tubo de PVC de 20 cm de diâmetro, preenchido com isolante acústico e cimento. Depois, lixa e pintura.

Fonte: casa.abril.com.br

Esta entrada foi publicada em Casas e Apartamentos, Construção e Roforma. ligação permanente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *