Blog


Home / Blog

Sorocaba tem 6ª maior valorização de imóveis

Categoria: Nossa Cidade

Sorocaba é a sexta cidade com a maior valorização média do preço do metro quadrado do imóvel para venda no quarto trimestre de 2016, segundo estudo denominado Dados do Mercado Imobiliário (DMI), realizado pelo portal VivaReal, que reúne informações de mais de três milhões de classificados de imóveis para venda e locação em todo o Brasil.

O levantamento levou em consideração 30 cidades brasileiras, incluindo capitais. Na comparação com o mesmo período de 2015, o preço médio do metro quadrado na cidade passou de R$ 3.237 para R$ 3.440, o que representa um aumento de 6,28%. A valorização em Sorocaba, de acordo com a pesquisa, foi superior a de cidades como Ribeirão Preto (4,92%), Curitiba (6,06%), Brasília (6,14%), entre outras, no período de um ano.

Para o diretor regional do Sindicato da Habitação (Secovi) em Sorocaba, Guido Cussiol Neto, apesar do ambiente econômico no País, o mercado imobiliário na cidade oferece vantagens aos compradores, porém ele estima que a valorização do metro quadrado foi um pouco menor do que o apontado pelo VivaReal.

Segundo os dados do estudo, do terceiro para o quarto trimestre de 2016, o preço médio do metro quadrado em Sorocaba passou de R$ 3.382 para R$ 3.440, o que representa um aumento de 1,71% no período. Na comparação do quatro trimestre de 2014 com o mesmo período de 2016, a valorização do metro quadrado na cidade para venda foi maior e chegou a 12,38%, partindo de R$ 3.061. Já na comparação do quarto trimestre de 2014 com o mesmo período de 2015, o metro quadrado passou de R$ 3.061 para R$ 3.237, o que significou uma elevação de 5,74% no período.

Para o diretor do Secovi, o levantamento tem como base os valores de imóveis para a venda e locação que são colocados nos anúncios classificados anunciados por meio por portal VivaReal. Ele afirma, no entanto, que nem sempre os preços anunciados são os valores realmente praticados pelo mercado.

“Acredito que a valorização apontada pela pesquisa sobre o preço do metro quadrado para a venda na cidade não foi tão alta como os 6,28% divulgados, e que os valores praticamente se mantiveram no mesmo patamar no período de um ano”, disse Cussiol. Para ele, a elevação, se ocorreu, foi um pouco menor.

“A cidade tem muitos investidores imobiliários e alguns segmentos mantiveram os preços em função dos estoques altos de imóveis”. Ele aponta ainda que de acordo com o último estudo divulgado pela Secovi sobre o mercado imobiliário de Sorocaba (outubro/2016), foram lançadas 13.568 unidades verticais e 1.457 horizontais, totalizando 15.025 unidades, entre outubro de 2013 e setembro de 2016.

“O maior volume de lançamentos e vendas foi de imóveis de dois dormitórios econômicos, correspondendo a 70% e 71%, respectivamente. Já o valor global de vendas atingido nos últimos 36 meses na cidade foi de R$ 2,043 bilhões, e os imóveis de dois dormitórios econômicos lideraram as vendas, atingindo R$ 1,129 bi no período”, segundo o diretor regional do Secovi.

Aluguel

Em relação ao preço médio do metro quadrado do aluguel em Sorocaba a queda foi de 4% na comparação de um ano. De acordo com o levantamento, o valor passou de R$ 16,67 no quarto trimestre de 2015 para R$ 16 no mesmo período do ano passado. E na comparação do terceiro para o quarto trimestre de 2016, o preço médio do aluguel na cidade passou de R$ 16,20 para R$ 16, o que representa uma queda de 1,24%.

DMI classifica os bairros quemais se destacaram na cidade

O estudo Dados do Mercado Imobiliário (DMI), do portal VivaReal, apontou quais são os bairros ou residenciais de Sorocaba que têm o preço do metro quadrado do imóvel para venda mais caro da cidade, no quarto trimestre de 2016. Segundo a pesquisa, os cinco bairros com os valores mais altos são: Portal da Colina (R$ 6.632,65), Jardim Judith (R$ 5.894,04), Residencial Sunset Village (R$ 5.025,25), Residencial Tivoli Park (R$ 5.013,59) e Parque Campolim (R$ 4.952,00). O levantamento apontou o valor médio do metro quadrado de cerca de 100 bairros da cidade.

Os dados também mostram entre os cerca de 100 bairros quais tiveram as maiores valorizações no período de um ano, na comparação do quarto trimestre de 2015 com o quarto trimestre de 2016. Os cinco com as maiores elevações em 12 meses são: Vila Hortência (67%), Vila Gabriel (28%), Barcelona (21%), Jardim Ibiti do Paço (20%) e Jardim Wanel Ville 4 (20%).

Segundo o estudo, na Vila Hortência o valor médio do preço do metro quadrado do imóvel para a venda passou de R$ 2.237,98 para R$ 3.746,48, no período de um ano. Na Vila Gabriel, passou de R$ 2.355,56 para R$ 3.006,33. No Barcelona passou de R$ 2.291,67 para R$ 2.778,15. No Ibiti do Paço, de R$ 2.777,78 para R$ 3.339,90, e no Wanel Ville 4, de R$ 2.903,23 para R$ 3.469,90.

Em relação ao preço médio do metro quadrado do aluguel em Sorocaba, o Parque Campolim lidera a lista no quarto trimestre de 2016 (R$ 20,51), seguido por Além Ponte (R$ 18,27), Jardim Gonçalves R$ 17,12), Jardim Europa (R$ 15,83) e Vila Jardini (R$ 13,75). E na comparação de um ano, entre o quarto trimestre de 2015 e o mesmo período de 2016, as maiores quedas no preço médio do metro quadrado do aluguel na cidade ocorreram nos bairros Jardim Gonçalves (11%), Centro (2%) e Parque Campolim (1%). (A.C.M.)

Fonte: Jornal Cruzeiro do Sul

Agende aqui sua visita com um dos nossos corretores